nome_imagem
nome_imagem
Publicidade
nome_imagem
nome_imagem
nome_imagem

Cadastre-se e receba nosso Boletim Diário

nome_imagem
nome_imagem

Moradores protestam contra reajuste de salário de vereadores em Passos


Moradores de Passos protestaram contra o reajuste do salário dos vereadores durante a reunião da tarde desta segunda-feira (15) na Câmara Municipal. O aumento aprovado na reunião foi de 11,28%.

Cerca de 20 integrantes do movimento "Passos em ação" participaram da manifestação. Um número pequeno de pessoas em relação à quantidade de seguidores que o grupo tem em uma rede social, que chega a quase 5 mil pessoas. De acordo com os organizadores do movimento, a baixa participação da população se deve ao horário da reunião, bem no meio da tarde, que é uma das reclamações que eles fazem  aqui .

"O horário era 19h. A gente pede para que mude esse horário, só que até hoje, nós não tivemos resposta do presidente [da câmara]", conta o professor Wágner Chaves.

O movimento foi criado em julho de 2015 para pedir a redução do salário dos vereadores. Agora o grupo voltou a protestar, devido ao reajuste de 11,28% no salário dos vereadores, que vai passar de R% 5,8 mil para R$ 6,4 mil. "Dá quase um salário mínimo de acordo com o que eles ganham, e olha a situação do país, quanta gente desempregada", diz a aposentada Tânia Joele, que é organizadora do movimento.

No entanto, segundo o presidente da Câmara, João Batista Rezende, não houve aumento, somente um reajuste de acordo com a inflação. "A correção do país foi de 11,28%. A Câmara Municipal de Passos atualizou a correção, não houve aumento de subsídio dos vereadores". *Com informações do G1/Sul de Minas

Postado por Passos 24 Horas on 18:58. Marcadores , . Adicionar aos favoritosRSS 2.0

Postagens Recentes

Passos 24 Horas

nome_imagem

Diversos