nome_imagem
nome_imagem
Publicidade
nome_imagem nome_imagem
nome_imagem
nome_imagem

Cadastre-se e receba nosso Boletim Diário

nome_imagem
nome_imagem

Prefeitura usa helicóptero para identificar focos da dengue


Como parte do trabalho de combate ao Aedes aegypti, o mosquito transmissor da dengue, a Prefeitura de Passos contratou um serviço aéreo de foto e vídeo, feito através de helicóptero. O levantamento foi realizado na segunda-feira (15) e detectou vários possíveis focos do mosquito, que transmite, além da dengue, os vírus das febres Chikungunya e Zika. As fotos e o vídeo serão utilizados para ações específicas do Núcleo de Controle de Zoonoses, do Departamento de Saúde Coletiva da Secretaria Municipal de Saúde.
O prefeito Ataíde Vilela lembra que esta é a segunda vez que a Prefeitura utiliza o helicóptero – a primeira foi em janeiro de 2015 – porque o serviço mostrou-se eficiente como forma complementar às visitas domiciliares e aos mutirões de limpeza, por localizar objetos aos quais os agentes da dengue têm dificuldade de acesso no dia a dia. “É uma estratégia que deu certo no ano passado, junto com outras medidas, e repetimos agora, principalmente por causa do Zika vírus que vem rondando nossa porta”, justificou.
As imagens feitas a partir da aeronave mostram, mais uma vez, que muitos moradores e donos de estabelecimentos empresariais continuam negligentes quanto aos focos do Aedes. São piscinas aparentemente sem manutenção, caixas d´água destampadas, depósitos de sucatas, entre outras situações que podem estar servindo de criadouros do mosquito da dengue e das outras duas doenças.
“Nós entregamos cópias dessas imagens para o Departamento de Saúde Coletiva que irá tomar as medidas necessárias para inspecionar esses locais flagrados pelas câmeras”, disse o prefeito. O diretor do departamento, Michael Silveira Reis, explica que o material será útil, como foi no ano passado, para inspeções diretamente nesses imóveis. 

Esse trabalho poderá incluir entrada à força dos agentes nos locais em que os donos recusarem a inspeção, conforme determina uma medida provisória do governo federal criada para combater o Aedes aegypti e os vírus que ele pode transmitir.
O levantamento aéreo de possíveis focos da dengue é uma medida complementar ao conjunto de ações da Saúde Coletiva, Núcleo de Controle de Zoonoses e vigilâncias Ambiental e Epidemiológica – todos órgãos da Secretaria de Saúde de Passos, em cumprimento à preconização da Secretaria de Estado de Saúde.

O resultado dessa estratégia é o reduzido número de notificações de dengue na cidade, que registrou de janeiro a 16 de fevereiro deste ano apenas 102 casos suspeitos, menos da metade do índice de janeiro de 2015, quando ocorreram 211 notificações.

As demais medidas da Prefeitura para prevenir e combater a dengue no município são: Visitas domiciliares dos agentes de combate às endemias (ACEs), mutirões semanais de limpeza e inspeção, plantão (em fins de semana e feriados) de atendimento a denúncias sobre focos de dengue, criação da lei municipal que prevê multas de R$ 150 a R$ 1.500,00 para o proprietário do imóvel que desrespeitar a notificação de eliminação de focos do mosquito, aplicação do piso salarial da categoria e contratação de mais 60 profissionais, dobrando o número de ACEs, mobilização social e ação educativa nas escolas. 
Além dessas medidas, a Prefeitura irá realizar uma blitz educativa em parceria com a Polícia Militar, no próximo sábado (20), a partir das 9h. Essa nova ação será no início da Avenida Juca Stockler (Bairro Belo Horizonte) e em frente à Superintendência Regional de Saúde (SRS), próximo ao Parque de Exposições Adolfo Coelho Lemos. Outro trabalho que está sendo elaborado é um “Dia D” municipal contra a dengue. A data será divulgada após a conclusão do planejamento.

Por Ascom/Prefeitura de Passos

Postado por Passos 24 Horas on 18:08. Marcadores , . Adicionar aos favoritosRSS 2.0

Postagens Recentes

Passos 24 Horas

nome_imagem

Diversos