nome_imagem
nome_imagem
Publicidade
nome_imagem
nome_imagem
nome_imagem

Cadastre-se e receba nosso Boletim Diário

nome_imagem
nome_imagem

Deputado cobra funcionamento da Casa do Menor de Passos

Em pronunciamento feito na última quarta-feira, 25 de maio, o deputado estadual Cássio Soares cobrou do Governo do Estado o funcionamento do Centro Socioeducativo de Passos. A fala foi proferida durante a sessão ordinária, no Plenário da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), em Belo Horizonte.

O deputado começou dizendo que na última semana Passos, cidade polo referência do sul de Minas, completou 158 anos, mas tem pouco que comemorar. “Nossa terra natal, cidade que representamos aqui na Assembleia Legislativa, mas estamos aqui reconhecendo de forma bastante assustadora, já há algum tempo, a escalada constante da criminalidade em Passos, assim como temos percebido também em diversos outros municípios mineiros”, afirmou.

Nos últimos dias, o município tem registrado um aumento significativo na ocorrência de assaltos e outros crimes violentos. Na grande maioria, há participação de menores infratores, muitos deles bastante conhecidos nos meios policiais.“A polícia trabalha, recolhe os menores infratores que estão cometendo reiteradamente crimes de alta periculosidade, e depois eles são novamente soltos nas ruas por falta de local adequado para recolhê-los”, reclamou o deputado durante a fala.

Cássio Soares completou: “Faço aqui o apelo e irei levar também ao secretário de Defesa Social: coloque em funcionamento imediatamente o Centro de ressocialização de menores que está pronto desde dezembro passado e até agora não foi dotado das condições mínimas para iniciar as atividades. Faço aqui um apelo para que o Estado tenha um olhar atento e que volte a ter paz os moradores da nossa região Sudoeste, mais precisamente Passos”. O prédio, instalado na Avenida Breno Soares Maia, no bairro Belo Horizonte, está com a instalação física pronta, aguardando a rede lógica e contratação de agentes socioeducativos. 

As obras do Centro Socioeducativo começaram em abril de 2014 e foram paralisadas sete meses depois do início, sendo retomadas em julho do ano passado. Nessa última etapa, o investimento foi de R$ 2,5 milhões. O imóvel pertence ao Estado e precisou ser adaptado para atender as diretrizes do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e do Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (Sinase). A unidade tem capacidade para internar 40 adolescentes do sexo masculino.

Outras ações 

Além da instalação da “Casa do Menor”, o deputado também destinou recursos de emenda parlamentar para a compra de uma caminhonete traçada para a Polícia Civil trabalhar no combate à criminalidade na Zona Rural. “Esse foi um pedido feito pelo grupo de produtores rurais, liderados pelos amigos Darlan Esper Kallas, Elder Maia e Tão Porto, que buscam soluções aos constantes e violentos crimes praticados na Zona Rural”, informou.

Apesar de acreditar e trabalhar pela criação de vagas de internação para menores infratores, Cássio Soares garante ser necessário um trabalho preventivo, o que explica ser mais importante para mudar esse cenário. "Se não trabalharmos na prevenção, vamos construir cadeias e centros Socioeducativos que estarão sempre cheios e os índices continuarão crescentes. Nossas crianças precisam de educação de qualidade, de condições que lhes garantam a escolha de um caminho distinto ao do crime. Precisamos trabalhar na base”.

Por Ascom/Deputado Cássio Soares

Postado por Passos 24 Horas on 19:16. Marcadores , . Adicionar aos favoritosRSS 2.0

Postagens Recentes

Passos 24 Horas

nome_imagem

Diversos