[Fechar]

.....

.....
nome_imagem
nome_imagem
Publicidade
nome_imagem nome_imagem
nome_imagem
nome_imagem

Cadastre-se e receba nosso Boletim Diário

nome_imagem
nome_imagem

Cerest e SindConstru firmam convênio para prevenção de acidentes e doenças ligadas ao trabalho


O Centro de Referência Regional em Saúde do Trabalhador (Cerest), vinculado à Secretaria de Saúde da Prefeitura de Passos, formalizou um convênio com o Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Construção e Mobiliário de Passos (SindConstru), para atuar na prevenção de acidentes e agravos relacionados ao trabalho. Na primeira fase do trabalho, o Cerest concentrará ações em marcenarias que fabricam móveis rústicos no município.

Em reunião na sede do SindConstru, no dia 9 de março, Rogério Queiroz da Silva, que é Referência Técnica do Cerest, apresentou ao sindicato os serviços oferecidos pelo centro regional ao trabalhador, que envolvem exames e consultas médicas relacionadas às doenças ocupacionais,  palestras de prevenção e visitas aos ambientes de trabalho para orientação e adequação.

Além de Rogério Queiroz, participaram do encontro a fisioterapeuta do Cerest Andréa Borges Lopes, o técnico em segurança do trabalho Paulo Régis Martins, o presidente do SindConstru Joaquim Júlio de Almeida, e os representantes do Grupo Moveleiro de Passos, Gilberto Augusto da Silva e Gilmar Jesus Tiago.

Segundo Queiroz, no primeiro semestre deste ano a meta é visitar todas as fábricas de móveis de maior porte, que são em torno de 30. A partir do segundo semestre será criado o calendário de trabalho para outras 100 marcenarias de menor porte. Além das orientações para a segurança e qualidade do ambiente de trabalho, as visitas promoverão a imunização dos trabalhadores, com as vacinas obrigatórias.

O Cerest já iniciou as visitas às fábricas de móveis rústicos de Passos. O trabalho é uma das ações discutidas em novembro de 2016, em audiência pública realizada pela Procuradoria Regional do Trabalho de Varginha e o Cerest, com apoio de outros órgãos, como Corpo de Bombeiros, Sebrae e Sesi. No encontro do ano passado, discutiu-se a necessidade de orientar as empresas do setor moveleiro para evitar penalizações por infrações.

Durante o encontro, os representantes do Cerest, do SindConstru e do setor moveleiro manifestaram suas expectativas positivas quanto à ação proposta para qualificação dos processos de segurança na fabricação dos móveis.

A não-utilização dos óculos de proteção é um dos problemas encontrados no setor. As estatísticas apontam que para cada 100 acidentes com os olhos, há uma perda total de visão, quatro perdas parciais e dez pessoas com doenças nos olhos e anexos.  A perda de audição, que é favorecida pelo não-uso dos abafadores, também á apontada dentre os principais problemas de saúde no segmento.

Por Ascom/Prefeitura de Passos

Postado por Passos 24 Horas on 11:02. Marcadores , . Adicionar aos favoritosRSS 2.0

Postagens Recentes

Passos 24 Horas

nome_imagem

Diversos