nome_imagem
nome_imagem
Publicidade
nome_imagem nome_imagem
nome_imagem
nome_imagem

Cadastre-se e receba nosso Boletim Diário

nome_imagem
nome_imagem

Comissão marcou posição contra reforma da Previdência


Uma comissão de quatro vereadores fez questão de marcar posição da Câmara Municipal de Passos, em Brasília, contra o projeto de reforma da Previdência Social. A comissão levou uma moção aprovada por unanimidade, pedindo a rejeição do projeto, e conversou com inúmeros deputados, manifestando a posição da população contra a reforma. 
A presidente da Cãmara, vereadora Isabel Ribeiro (Belinha/PP), liderou o grupo, que teve a participação também dos vereadores Téo Lemos (PSD), Aline Macedo de Souza (PR) e João Serapião (PR). Eles representaram os 11 vereadores e a viagem atendeu a um pedido nascido do ato público, realizado no plenário no início da semana, quando os próprios manifestantes que discursaram destacaram a importância de uma pressão pessoal em Brasília.
“Representamos a Câmara e toda a população. Conversamos com muitos deputados, pedindo apoio e manifestando que da forma que o projeto é colocado prejudica todo o cidadão que um dia venha a pleitear a aposentadoria, risco esse que afeta também produtores rurais”, avalia a vereadora Belinha. Segundo ela, deputados responderam que do jeito que está a proposta não será votada, a não ser com emendas. 

“Levamos um pedido da comunidade, nosso respeito a todos os servidores e trabalhadores em geral, que buscaram essa Casa para somar forças na esfera federal”, acrescenta Belinha.

Para o vereador João Serapião, a iniciativa foi produtiva, porque o contato pessoal tem força. “Fosse enviarmos a moção como correspondência não teria a mesma importância. Fomos de gabinete em gabinete, pedindo a colaboração dos deputados pela rejeição do projeto, entregando pessoalmente “.

A vereadora Aline Macedo de Souza disse as propostas para a Previdência representam um retrocesso e uma agressão aos direitos que os brasileiros conquistaram com muita luta. “Enviar pelos Correios não teria a mesma força. Pela grandiosidade da questão, foi importante o contato pessoal com os deputados, levando a posição do povo de Passos”, afirmou.

Para o líder do prefeito, vereador Téo Lemos, o contato com os deputados foi extremamente positivo. “Visitamos outros gabinetes, levamos o clamor da população contra a PEC. Fomos bem recebidos com quem conversamos. Agora é aguardar. A voz do cidadão passense foi muito bem representada por essa comissão”, destacou.

Kit para Conselho Tutelar
Também na capital federal, o grupo entregou ao deputado Renato Andrade um pedido para que o Conselho Tutelar Passos seja contemplado com um kit, que inclui um veículo, uma geladeira, um bebedouro, uma impressora multifuncional e 5 computadores. O parlamentar atendeu prontamente a demanda. Segundo a vereadora Belinha, existe previsão do chamado kit ser entregue até o mês de julho e para tanto o município precisa agora se cadastrar.

Por Ascom/Câmara Municipal de Passos

Postado por Passos 24 Horas on 21:14. Marcadores , . Adicionar aos favoritosRSS 2.0

Postagens Recentes

Passos 24 Horas

nome_imagem

Diversos