[Clique Aqui Para Fechar]

.....
.....
nome_imagem
nome_imagem
Publicidade
nome_imagem nome_imagem
nome_imagem
nome_imagem

Cadastre-se e receba nosso Boletim Diário

nome_imagem
nome_imagem

Produtores ficam preocupados com repercussão de operação em Passos


A operação da Polícia Federal que investiga um esquema de corrupção que supostamente liberava carne para venda sem a fiscalização adequada preocupa produtores de Passos (MG). A pecuária é a principal atividade econômica da cidade. Uma das empresas citadas na operação tem uma fábrica no município.

Segundo o Sindicato Rural de Passos, o município tem cerca de 300 produtores de gado de corte. Por mês, são abatidas cerca de 450 cabeças. A carne é vendida em todo o Sul de Minas e também em São Paulo.

"Estamos sim apreensivos, acreditamos que vai afetar em parte a exportação da nossa carne, do nosso boi, mas queremos tranquilizar o produtor ao consumidor nosso, o boi nosso é carne de excelente qualidade, excelente produção", disse o presidente do Sindicato Rural, Darlan Esper Kallas.

A operação "Carne Fraca", da Polícia Federal, investiga um esquema de corrupção que liberava carne para venda sem fiscalização adequada, em troca de propina a fiscais do Ministério da Agricultura. Vinte e um frigoríficos estão sob investigação. Segundo a PF, as irregularidades vão desde uso de produtos químicos para mascarar a carne vencida a excesso de água para aumentar o peso dos produtos.

Passos tem dois frigoríficos: um para abate de carne bovina e uma unidade da JBS, que trabalha exclusivamente com carne de frango. Citada na operação "Carne Fraca", a JBS informou por meio de nota que no despacho da Justiça não foi mencionada qualquer irregularidade sanitária da empresa e que nenhuma de suas fábricas foi interditada.

"A preocupação é que caia o consumo, as pessoas menos esclarecidas podem abaixar o consumo e abaixando o consumo, a venda de carne retrai, ainda não nos afetou porque o gado que nós produzimos é saudável", diz o produtor rural Paulo de Barros Calixto.

Quem vende carne em Passos diz que o cliente está tomando mais cuidado na hora da compra.

"Muito preocupados, perguntando da onde vem essa carne, a procedência, mas nossa carne é tudo selecionada, de frigorífico da nossa região mesmo", disse o açougueiro Ricardo José Pereira.

A JBS reforçou ainda que se compromete com a qualidade de seus produtos e tem o compromisso com o aprimoramento das práticas sanitárias. As informações são do G1/Sul de Minas

Postado por Passos 24 Horas on 09:59. Marcadores , . Adicionar aos favoritosRSS 2.0

Postagens Recentes

Passos 24 Horas

Diversos