[Fechar]

.....

.....
nome_imagem
nome_imagem
Publicidade
nome_imagem nome_imagem
nome_imagem
nome_imagem

Cadastre-se e receba nosso Boletim Diário

nome_imagem
nome_imagem

Secretaria de Saúde divulga relatório de índice de infestação do Aedes Aegypti


O Levantamento de Índice Rápido de Aedes aegypti (LIRAa) realizado em Passos no mês de fevereiro aponta um índice de 4,5% de presença de focos de larva do mosquito transmissor da Dengue, Zika vírus, Febre Chikungunya e Febre Amarela.

O índice é superior ao primeiro resultado de 2017, que foi de 1,7%. No entanto, este aumento já era esperado, uma vez que esta época do ano é caracterizada por maior concentração de chuvas e temperaturas elevadas, favorecendo o acúmulo de águas, que constitui ambiente favorável à proliferação do mosquito e consequente aumento no índice de infestação.

Cabe esclarecer que este valor, apesar de elevado, foi menor que os encontrados em outras cidades polos que compõem as regiões de saúde Passos, Piumhi e São Sebastião do Paraíso, cujos índices foram superiores a 6%.

Outra informação que faz referência à notificação dessas quatro doenças, registrada pelo setor de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde de Passos, é a queda de mais de 50% do número de casos, entre os anos de 2016 e 2017, que podem ser evidenciados pelo registro de 155 casos, notificados nos meses de janeiro e fevereiro de 2016, para 65 casos, no mesmo período, em 2017.

Para apurar as causas desses resultados, a Secretária de Saúde da Prefeitura de Passos, Elexandra Bernardes, reuniu-se com os coordenadores das equipes de Combate às Endemias e com representantes da Superintendência Regional de Saúde. Assim, organizaram um plano de ação em que se redimensionará o número de imóveis por Agente de Combate às Endemias (ACE), conforme estabelecido pelo Ministério da Saúde, em que cada ACE deve visitar de 800 a 1000 imóveis, no período de aproximadamente 60 dias, que corresponde a um ciclo, sendo esta uma definição para os 50 ACEs já atuantes no município.

Devido ao aumento no número de imóveis, será feito o chamamento de mais 10 ACEs aprovados no último concurso realizado pela Prefeitura Municipal, que garantirá a cobertura de 100% dos imóveis.

Outras medidas definidas pelo plano de ação são: fortalecer o monitoramento do número de visitas realizadas pelos Agentes de Combate às Endemias e por seus supervisores; intensificar a vigilância do número de casos notificados de tais doenças transmitidas pelo mosquito; instituir um programa continuado de Educação Permanente de todos os profissionais que atuam junto à equipe do Núcleo de Zoonoses; realizar mutirões para eliminação de focos nas áreas de maior infestação; aumentar as ações de mobilização social, especialmente através de ações junto às escolas; constituir o comitê municipal de combate à dengue.

Também se considerou no Plano de Ação a importância de se manter a divulgação das medidas preventivas à população para que todos participem ativamente do combate ao Aedes aegypti. A Secretaria de Saúde reforça as ações a serem mantidas pela comunidade:  

1) manter os domicílios, locais de trabalho e áreas públicas livres de objetos que possam acumular água;

2) ficar atento aos bebedouros dos animais de estimação;

3) eliminar objetos como garrafas, latas e outros que acumulam água;

4) manter a caixa d’água sempre tampada e as calhas sem entupimentos;

5) retirar e eliminar os pratinhos dos vasos de plantas;

6) realizar controle adequado das piscinas, seguindo orientações de um profissional.

COMISSÃO DE QUALIFICAÇÃO DA UPA ENTREGOU PRIMEIRO RELATÓRIO

Na sexta-feira, 24 de março, a Comissão para Qualificação da Unidade de Pronto Atendimento de Passos (UPA) entregou à Secretaria de Saúde da Prefeitura de Passos o relatório de diagnóstico a partir de uma visita de reconhecimento e inspeção feito à unidade, em fevereiro.

A partir do diagnóstico, foi elaborada uma matriz de intervenções a ser feitas junto aos profissionais e procedimentos da UPA. A avaliação realizada pela comissão externa utilizou o instrumento do Programa Nacional de Acreditação de Serviços de Saúde (PNASS), do Ministério da Saúde, que avalia as diferentes dimensões da qualidade e efetividade no atendimento.

Instituída neste último mês de janeiro pela Prefeitura de Passos, por meio da Secretaria de Saúde, a comissão reúne membros externos com o objetivo de realizar um diagnóstico da UPA e propor intervenções.  Participam da comissão representantes do Conselho Municipal de Saúde, profissionais da Saúde especialistas em Urgência e Emergência, professores da Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG) e o Ministério Público, com participação efetiva do Promotor de Justiça Eder da Silva Capute, inclusive nas visitas ‘in loco’.

No dia 26 de maio, a comissão de qualificação realizará nova visita à UPA, para verificar a implementação das intervenções indicadas e avaliar resultados.

Por Ascom/Prefeitura de Passos

Postado por Passos 24 Horas on 09:10. Marcadores , . Adicionar aos favoritosRSS 2.0

Postagens Recentes

Passos 24 Horas

nome_imagem

Diversos