nome_imagem
nome_imagem
Publicidade
nome_imagem nome_imagem
nome_imagem
nome_imagem

Cadastre-se e receba nosso Boletim Diário

nome_imagem
nome_imagem

Obras do trevo da Arlindo Figueiredo começam em junho


O Governo de Minas assinou na manhã desta sexta-feira, 05 de maio, o termo aditivo número 07 que autoriza a Concessionária Nascente das Gerais (Administradora da Rodovia MG-050) a iniciar as obras de Passos, Itaú de Minas, Capitólio, Piumhi e outras cidades do trecho de concessão. A primeira obra prevista no Termo é o Trevo da Arlindo Figueiredo, com início programado para o dia 13 de junho e término para dezembro de 2018.

O novo termo ainda contempla duas passarelas de pedestres em Passos, melhorias no acesso a Fortaleza de Minas/Aeroporto/Distrito Industrial, duplicação do trecho entre a AABB e Distrito Industrial e ainda a alça de Itaú de Minas, passando a rodovia por fora da cidade. Para Piumhi, estão previstos neste novo cronograma a duplicação do trecho entre o posto Brazinho e a Polícia Rodoviária. “Essas obras não faziam parte do contrato e foi preciso discutir para ser inserido, com cronograma para início, contemplando muitas necessidades ao longo da rodovia”, explica o diretor-presidente da AB Concessões, José Renato Ricciardi.

A assinatura foi acompanhada pelo deputado estadual Cássio Soares, que tanto trabalhou para que fosse realizada, e foi feita pelo secretário de Transportes e Obras Públicas, Murilo Valadares; diretor-presidente da AB Concessões, José Renato Ricciardi; diretor-executivo da Concessionária Nascentes das Gerais e diretor-geral do Departamento de Edificaçãos e Estradas de Rodagem (DEER), Djaniro Silva. Ela aconteceu na manhã de sexta-feira na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte.

O novo Termo Aditivo foi necessário tendo em vista que as obras não eram contempladas no contrato de Concessão da PPP, assinado em 2007. “Estamos corrigindo os prejuízos que a nossa região tem tido com a falta de investimentos na Rodovia MG-050. Foi uma longa e árdua trajetória, mas com insistência e dedicação, os resultados acontecem”, afirmou o deputado Cássio Soares, no momento da assinatura.

De acordo com o secretário Murilo Valadares, esse termo aditivo foi assinado após uma longa discussão entre o Governo de Minas e a Concessionária. “Não existia acordo e estava na arbitragem. Acertamos o valor da multa, compensando a contrapartida do Estado. Com isso, várias obras iniciam agora em junho, entre elas a de Passos, e agora fazemos fiscalização para que o cronograma seja cumprido”, afirmou.

Luta

Todo o processo de discussão foi acompanhado pelo deputado Cássio Soares, ação reconhecida por todos os responsáveis. “O deputado Cássio Soares desde 2015 está correndo atrás dessa obra. Ele me ligava toda semana para saber do aditivo. Não tinha muito jeito de fazer rápido porque o modelo não era interessante para o Estado e para a população. Essa é uma nova tentativa de fazer com que a Concessionária respeite os usuários e o deputado Cássio faz parte dessa luta”, garantiu Murilo Valadares.

O diretor-executivo da Concessionária disse que o papel do deputado foi fundamental para identificar as obras que seriam necessárias na região, antes não contemplada no contrato de concessão. “Ele soube entender a necessidade da população e soube mostrar isso ao Governo de Minas. O papel do deputado foi importante na viabilização desse novo cronograma”, finalizou.

A Rodovia MG-050 tem 344,4 quilômetros de extensão e passa por 22 municípios, a partir de Juatuba, na região metropolitana de Belo Horizonte, até São Sebastião do Paraíso. Passos é o segundo maior município presente na extensão da rodovia.

Principais obras previstas na região:


Por Ascom/Deputado Cássio Soares

Postado por Passos 24 Horas on 18:06. Marcadores , . Adicionar aos favoritosRSS 2.0

Postagens Recentes

Passos 24 Horas

nome_imagem

Diversos