[Fechar]

.....

.....
nome_imagem
nome_imagem
Publicidade
nome_imagem nome_imagem
nome_imagem
nome_imagem

Cadastre-se e receba nosso Boletim Diário

nome_imagem
nome_imagem

Tradicional festa de São João completa 240 anos


A tradição foi mantida. Com a chegada no início da tarde desta sexta-feira (23) dos carros-de-bois trazendo a lenha para a grande fogueira, a comunidade da Fazenda Nova, na região rural da Mumbuca, deu início à festa de São João, que em 2017 completa 240 anos de tradição – a mais antiga de Passos. O auge da festança acontece nesse sábado, a partir das 21h, quando será queimada a fogueira imponente com seus quase 30 metros de altura.
Sob aplausos da comunidade e olhares admirados de quem a visita  pela primeira vez, a chegada dos carros-de-bois com os seus carreiros, o canto das rodas.. é um momento especial, de emoção, de nostalgia e de beleza da cultura da roça. Nesse ano, desfilaram 21 carros, com cerca de 200 bois, carregando a madeira de reflorestamento para o grande símbolo da festa.
A religiosidade, como ensinaram os antepassados, está presente na entrada, onde o casal de festeiros se posta com a bandeira enfeitada do menino São João, recebendo o desfile em sinal da devoção. Logo em seguida, pose para muitos fotos em tempos de smartfones e o descarregamento da lenha, que nesse sábado estará se transformando na montagem de grande fogueira. Às 21h começa a queima, uma das maiores do Brasil.
Como também manda a tradição, o grande almoço da sexta-feira começou a ser servido logo após a chegada dos carros-de-bois. Nesse ano, foram  cerca de 700 refeições. Ninguém paga pelo ingresso. E a festa não tem mais hora para parar.  Pausa só na hora do terço. Duplas sertanejas se revezam no palco. O forró está só começando..
O sitiante Sidnei de Jesus Pereira e sua mulher, Maria Aparecida Marinho, são os festeiros de 2017. Receberam a missão de organizar o evento um ano atrás. Sidnei diz que a correria dura um ano inteiro, atrás de patrocínios, de mobilização da vizinhança e das cidades vizinhas. “Temos hoje aqui (na comunidade|) apenas três carros-de-bois e conseguimos manter um número grande porque vamos atrás, convidando carreiros da Petúnia, Nova Resende, Bom Jesus da Penha, São Pedro da União”, explica.
A tradição de comemorar o São João num local onde bem próximo passa o rio de mesmo nome, teria começado no distante 1.777, em uma fazenda de escravos. Perto dali há vestígios  do que teria sido uma senzala. Presente na festa, o diretor do Departamento de Cultura da Prefeitura de Passos, Cajú Ribeiro, recebeu sugestão para que o município inventarie o evento em parceria com historiadores, pois um estudo acadêmico pode comprovar que Passos mantém uma das festas mais antigas do Brasil.

Escrito por João Ernesto

Postado por Passos 24 Horas on 20:06. Marcadores , . Adicionar aos favoritosRSS 2.0

Postagens Recentes

Passos 24 Horas

nome_imagem

Diversos