nome_imagem
nome_imagem
Publicidade
nome_imagem
nome_imagem
nome_imagem

Cadastre-se e receba nosso Boletim Diário

nome_imagem
nome_imagem

Câmara retoma os trabalhos com a primeira ordinária do ano


A Câmara Municipal de Passos realizou na tarde de segunda-feira (5 de fevereiro) a primeira reunião ordinária do ano, retomando o período ordinário com a instalação da 2ª Sessão Legislativa (correspondente ao segundo ano de mandato da atual legislatura). 
Não houve votação de matérias na primeira reunião, mas a tarde foi bem movimentada com as presenças de secretários municipais e de donos de veículos vans, que reivindicam nova mudança na lei municipal de regulamentação do transporte escolar.
Com a sessão suspensa no plenário, a secretária municipal de Saúde, Elexandra Bernardes, e a direção da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) reuniram-se com os vereadores, defendendo a aprovação de projeto de criação de funções gratificadas, que segundos os dirigentes  vão assegurar a continuidade do serviço de radiologia no local.
Um projeto de objetivo semelhante foi rejeitado pela Casa no final do ano, mas segundo a secretária de Saúde a questão agora quer solução de urgência, pois a radiologia não poderá funcionar sem responsabilidade técnica - um médico responsável - e sem um técnico encarregado da manutenção dos equipamentos.  

A administração alega que a Prefeitura tem desde a gestão passada  um termo de ajustamento de conduta  assinado com o Ministério Público Estadual, visando assegurar o serviço e se a questão não for resolvida agora, haveria o risco de sua interdição por parte da Vigilância Sanitária estadual.

Os vereadores disseram que é preciso a administração enviar o novo projeto, para a apreciação.

Transporte escolar 
Os donos de veículos vans que fazem o transporte escolar na cidade estão mobilizados pedindo nova mudança da lei municipal que regulamenta o serviço. Um grupo deles esteve na Câmara Municipal na segunda-feira, sendo ouvidos pelos vereadores, argumentando, entre outros, que o setor vem tendo muitas dificuldades na aprovação de vistoria pela empresa credenciada do Inmetro.
Para eles, a vistoria que olha questões de segurança do veículo deveria passar a ser feita por órgãos em Passos e não mais pela credenciada, que está situada fora (em São Sebastião do Paraíso). O diretor do Departamento de Transportes da Prefeitura, Marcelo Mingau, acompanhou o grupo e também falou aos vereadores.
Segundo os vereadores, a Casa vai esperar a administração enviar novo projeto para estudar possíveis mudanças.

Postado por Passos 24 Horas on 16:42. Marcadores , . Adicionar aos favoritosRSS 2.0

Postagens Recentes

Passos 24 Horas

nome_imagem

Diversos