nome_imagem
nome_imagem
Publicidade
nome_imagem nome_imagem
nome_imagem
nome_imagem

Cadastre-se e receba nosso Boletim Diário

nome_imagem
nome_imagem

Campanha de vacinação contra sarampo e poliomielite começa em agosto


O Departamento de Vigilância Epidemiológica da Prefeitura Municipal de Passos anuncia que a Campanha Nacional de Vacinação contra a Paralisia Infantil (Poliomielite), Sarampo e Atualização da Caderneta de Vacinas será realizada no período de 6 a 31 de agosto de 2018. O Dia D de divulgação e mobilização nacional será 18 de agosto.
            
A vacinação é a maneira mais eficaz e segura de prevenir diversas doenças. Por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), o Programa Nacional de Imunizações (PNI) é referência internacional ao promover o acesso gratuito da população às vacinas, respeitando critérios e orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS). Por isso, crianças, adolescentes, adultos e idosos precisam comparecer à Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima da sua casa e verificar se está com todas as vacinas em dia, independente se há ou não com uma campanha de vacinação em vigência.

O Calendário Nacional de Vacinação tem como objetivo otimizar a cobertura vacinal no País, além de ampliar grupos e faixas etárias com o intuito de deixar uma maior parcela da população mais protegida. 

No Brasil, as vacinas do Programa Nacional de Imunizações (PNI) são oferecidas nos postos de vacinação de todo o país ou por equipes de vacinadores, que levam os produtos a áreas de difícil acesso periodicamente. 

Um dos objetivos é vacinar crianças de 1 ano até 4 anos 11 meses e 29 dias de idade, contribuindo para a redução do vírus poliovírus selvagem e sarampo. Toda essa população deverá ser levada a um posto de saúde para que a caderneta seja avaliada e o esquema vacinal atualizado de acordo com a situação encontrada.

O cartão de vacinação é um documento indispensável, uma vez que o controle das vacinas pode evitar uma série de doenças. Assim, não só crianças, como adolescente e adultos, devem manter suas vacinas em dia.

Caso não esteja de posse do cartão de vacinação, por motivo de perda ou dano, é recomendado que o usuário procure o serviço de saúde que costuma vacinar ou que faça parte de seu território de abrangência. Lá, ele terá o chamado “cartão espelho”, no qual ficam arquivados os registros de doses que foram aplicadas.

Por Ascom/Prefeitura de Passos

Postado por Passos 24 Horas on 19:04. Marcadores , . Adicionar aos favoritosRSS 2.0

Postagens Recentes

Passos 24 Horas

nome_imagem

Diversos