nome_imagem
nome_imagem
Publicidade
nome_imagem nome_imagem
nome_imagem
nome_imagem

Cadastre-se e receba nosso Boletim Diário

nome_imagem
nome_imagem

Prefeitura de Passos estuda implantar usina para gerar energia a partir do lixo


A Prefeitura Municipal de Passos está iniciando estudos visando a possível implantação de uma usina termoquímica, que transforma o lixo em gases que, posteriormente, serão fontes de energia elétrica. Com isso, todo o lixo depositado no aterro sanitário e os novos resíduos que forem recolhidos servirão de combustível para a geração energética.
            
Como forma de verificar o funcionamento da usina, o prefeito Carlos Renato Lima Reis e o secretário de Obras, Sidnei Ramos, o Procurador do Município Marcelo Vasconcellos e ex  diretor de Furnas, Sérgio Araújo estiveram em Boa Esperança nesta quinta-feira, dia 13 de setembro de 2018. Eles foram recebidos pelo prefeito daquela cidade, Hideraldo Henrique Silva;  diretor técnico Luciano Reis Infiesta; e diretor executivo William Barbassa, para analisarem as melhores possibilidades de realização do projeto.

Ao todo, são cinco etapas, entre elas a trituração e o armazenamento do combustível derivado dos resíduos, que já é o final da transformação do lixo. Depois disso, o material é submetido a altas temperaturas dentro de uma caldeira. Nesse processo não há fogo nem queima do lixo, posteriormente, com o resíduo que sobra, se transforma em tijolos. “Um processo que é realizado em um reator a 850 graus, onde quimicamente será tirada a energia contida em um gás. Esse gás vai entrar numa caldeira, gerar vapor para gerar energia elétrica em uma turbina a vapor", disse o diretor da empresa criadora da tecnologia, Luciano Infiesta.

Segundo ele, "esse é um projeto que usa a tecnologia de gaseificação, que é bastante diferente da incineração. A taxa de poluentes é muito baixa, é uma tecnologia que a gente entende que consegue dar destino para todos os resíduos sólidos de uma maneira geral e através do gás produzido, gerar a energia elétrica. O lixo é um combustível para o nosso processo a partir de agora. Esse processo já foi validado em uma primeira fase em uma planta reduzida de um parceiro e agora vamos partir para uma fase de tentar uma escala maior, com volumes maiores, se aproximando de um modelo real, com toda a dinâmica de coleta e catação de resíduos".

A primeira Usina Termoquímica de Geração de Energia - UTGE Boa Esperança tem capacidade de geração de 1 MWh de energia elétrica, o que corresponde a 25% de toda energia elétrica utilizada no município. A pretensão é que Passos tenha resultados semelhantes, trazendo um número alto de usuários da energia termoquímica.

O prefeito de Passos falou sobre sua expectativa em relação ao projeto. “Estamos animados e empenhados em trazer este grande projeto para Passos. Caso consigamos implantar a usina termoquímica no município, será um grande avanço para o meio-ambiente e também para os munícipes, que terão uma energia de qualidade produzida em sua cidade”, ressaltou Carlos Renato Lima Reis.

Postado por Passos 24 Horas on 15:54. Marcadores , . Adicionar aos favoritosRSS 2.0

Postagens Recentes

Passos 24 Horas

nome_imagem

Diversos