nome_imagem
nome_imagem
Publicidade
nome_imagem
nome_imagem
nome_imagem

Cadastre-se e receba nosso Boletim Diário

nome_imagem
nome_imagem

Prefeitura de Passos intensifica fiscalização alimentícia


A Prefeitura Municipal de Passos, através da Secretaria de Saúde, visa melhorar a cada dia mais a segurança alimentícia em Passos e, por isso, está otimizando os serviços de fiscalização no município.

Durante as fiscalizações nas Feiras Livres da cidade de Passos, os fiscais da Vigilância Sanitária e da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Agropecuária e Abastecimento, juntamente com o Serviço de Inspeção Municipal - SIM, têm deparado com muitos produtos de origem animal sem procedência garantida. Em todas as barracas que vendem esse tipo de produto, os responsáveis foram orientados há aproximadamente 06 meses atrás para regularizarem, junto ao SIM de Passos-MG.

Os riscos de consumir alimentos não fiscalizados são inúmeros, sendo prejudiciais à saúde e ao meio ambiente e por isso os órgãos estão trabalhando em conjunto com a sociedade para que os riscos diminuam consideravelmente. Para que seja garantido consumir alimentos nas ruas, a Vigilância Sanitária e o SIM fiscalizam e tomam as medidas necessárias perante a segurança alimentar.

Tais ações de fiscalização visam evitar o consumo de alimentos que podem acarretar graves danos à saúde dos consumidores. Entre os resultados também estão benefícios ao meio ambiente, combate à sonegação fiscal e estímulo à regularização da cadeia produtiva.

Confira alguns alimentos que podem causar patologias: alimentos de origem animal, como por exemplo mel, leite, ovos, carnes, queijo entre outros; alimentos de origem vegetal, como legumes, verduras e frutas; e alimentos minerais, representados pela água e sais minerais.

É necessário que os produtos utilizados estejam de acordo com os requisitos constados Lei 1896-93, do Código de Saúde de Minas Gerais. Caso não estejam, o ocorrido pode gerar a apreensão dos alimentos e da barraca/estabelecimento.

No momento em que for realizar sua compra, você deve verificar as condições gerais obrigatórias a todos os produtos de origem animal, que são:

l  Ser inspecionado e possuir um dos carimbos da inspeção sanitária (SIF, IMA ou SIM);

l  Estar dentro do prazo de validade;

l  Apresentar, no rótulo, todas as informações sobre a identificação do produto;

l  Possuir embalagens íntegras, sem rasgos, danos e estufamentos ou ferrugens;

l  Permanecer com características naturais de cor, odor, textura e sabor;

l  Ser devidamente armazenado desde a produção até o local da venda;

l  E após a comercialização, ser preparado e conservado conforme informações contidas nos rótulos.

É atribuição dos órgãos federais, estaduais e municipais fiscalizar a produção de alimentos de origem animal desde a criação até a exposição do produto à venda para o consumidor, dedicando especial atenção aos estabelecimentos de abate e processamento de carnes, leite e derivados, embutidos, peixes, crustáceos e moluscos. Ideal seria se todos os produtores tivessem conhecimento e consciência sobre os cuidados necessários para proteger a sanidade animal e respeitar a saúde do consumidor. Todavia, a realidade tem demonstrado a necessidade de maior participação da população para fiscalizar o ciclo produtivo e elevar o controle da qualidade dos alimentos postos à venda.

Por Ascom/Prefeitura de Passos - 23/11/2018

Postado por Passos 24 Horas on 19:45. Marcadores , . Adicionar aos favoritosRSS 2.0

Postagens Recentes

Passos 24 Horas

nome_imagem

Diversos