nome_imagem
nome_imagem
Publicidade
nome_imagem
nome_imagem
nome_imagem

Cadastre-se e receba nosso Boletim Diário

nome_imagem

Polícia Civil investiga morte de criança de 2 anos em Passos


Na noite deste domingo (08), a Polícia Militar foi acionada a comparecer na Estrada Linha da Julieira, nas proximidades do bairro Nova Passos, em Passos, sendo feito contato com a equipe do SAMU, onde o médico socorrista relatou que havia se deslocado ao local para prestar socorro a uma criança de 2 anos, que havia passado mal em uma fazenda.

Segundo a Polícia Militar, os socorristas informaram que a criança estava em óbito e que estranharam o ocorrido, decidiram então acionar a PM. 

Ainda de acordo com a PM, os militares se deslocaram até a residência dos familiares da criança, porém, antes fizeram contato com a solicitante, bem como com outras duas testemunhas, que relataram que a mãe da criança faz uso de remédios para depressão, e que o medicamento também fora ingerido pela criança, mas não souberam informar, se nesta data a criança teria tomado tal remédio. Ainda segundo a testemunha, alegou que esteve na residência da autora, e deparou com a criança andando cambaleando. 

A PM se deslocou até a casa da mãe da autora, que relatou que tinha conhecimento que sua filha teria ministrado “dramin” para a criança na noite anterior, porque ela estava com vômito. 

Em contato com a mãe da criança, esta relatou que encontrou a filha em decúbito ventral com a face sobre o travesseiro, que tentou realizar massagem cardíaca, porém, teria saído uma secreção amarela pelo nariz, que saiu em seguida para encaminhar a criança para ser socorrida. 

Conforme a avó da criança, na noite do dia 07 de março, teria cheirado o leite que estava na mamadeira da menina, percebendo um odor estranho, e suspeitava que sua filha teria dado o remédio de depressão para a criança, remédio conhecido por “Neuleptil”. Relatou ainda que no dia 08 de março, já por volta das 14h, estranhou que a criança ainda não teria chamado pela avó, como era de costume, e ao deslocar ao quarto para averiguar a situação, percebeu que a porta estava trancada, sendo obrigado a arrombá-la, constatando em seguida que a criança estava na mesma posição conforme anteriormente citado, porém, o travesseiro estava por cima de sua cabeça e não conforme mencionado pela mãe, e foi possível perceber que os lábios da criança estavam roxos o que indicava  um possível sufocamento. 

O corpo da criança foi encaminhada pela equipe do SAMU para a funerária, posteriormente, ao Instituto Médico Legal (IML).

A PM conduziu a mãe da criança para maiores esclarecimentos, devido as divergências da causa morte, e para explicar quanto ao uso de remédio controlado ministrado para a criança.

Por Ascom / 12º BPM - 09/03/2020


Postado por Passos 24 Horas on 12:02. Marcadores , . Adicionar aos favoritosRSS 2.0

Postagens Recentes

Passos 24 Horas

nome_imagem

Diversos