nome_imagem
nome_imagem
Publicidade
nome_imagem
nome_imagem
nome_imagem
nome_imagem

ConCafé: Deputado Emidinho Madeira aponta novos desafios e prega união do setor


O deputado federal Emidinho Madeira, presidente da Frente Parlamentar do Café e idealizador do ConCafé – Consórcio Público para o Desenvolvimento do Café no Sul e Sudoeste de Minas, apontou novos desafios como a profissionalização na gestão das propriedades e também a união do setor como novos desafios para o momento, que é bastante positivo para a cafeicultura.

O parlamentar discursou na abertura da assembleia ordinária do consórcio que aconteceu em Três Pontas, nesta terça-feira (18). “Hoje estamos com a esperança renovada neste importante encontro do Concafé, entidade que criamos em 2015 com o propósito de ser uma ferramenta de apoio aos prefeitos e aos cafeicultores de municípios produtores da nossa região. Não me canso de dizer,  se estivermos unidos não tem assunto que a gente não resolva em Brasília. Hoje em dia o cafeicultor sabe fazer qualidade, sabe produzir, mas ele perde muito na hora de vender. Temos um problema sério nas previsões de safra. A gente nunca sabe qual o verdadeiro estoque de café. As previsões na maioria das vezes beneficia o especulador e prejudica quem produz. Outro ponto que precisamos discutir diz respeito a gestão das propriedades. São diversas as demandas em toda a cadeia produtiva do café e nós, parlamentares, somos o elo entre o setor produtivo e a administração pública, onde as pautas em favor da cafeicultura são decididas. Essa reunião aqui hoje em Três Pontas, cidade referência na cafeicultura nacional, leva o símbolo da UNIÃO, que ficou evidente em todos os pronunciamos. Desejamos vida longa ao ConCafé e que os benefícios sejam transferidos ao setor produtivo e a sociedade em geral, pois a cafeicultura é um dos principais setores da economia brasileira, cria milhões de empregos, fixa o homem no campo e gera riquezas ao nosso  grandioso Brasil”, disse o deputado, que também é cafeicultor no Sul de Minas.

FORTALECIMENTO DO CONCAFÉ

Durante a assembleia foi definida a composição da nova diretoria bem como a adesão de novos municípios. O deputado Emidinho também ressaltou a importância de ampliar o ConCafé. “Faço um apelo para que os novos prefeitos regularizem a situação junto ao consórcio, que tem a honra de contar atualmente com a presidência do prefeito de Três Pontas, Marcelo Chaves, o qual tem demonstrado extraordinária dedicação a frente do ConCafé. Destacamos a presença ilustre da Vanúsia Nogueira, diretora-executiva da BSCA, da empresária rural, cafeicultora e ex-presidente da BSCA, Carmen Lúcia, a Ucha, do nosso amigo e líder da bancada mineira, deputado federal Diego Andrade, companheiro na Frente Parlamentar da Café, Frente esta que tenho a honra de presidir, do amigo deputado estadual Mário Henrique, do Marquinhos da Cocatrel (COOPERATIVA DOS CAFEICULTORES DA REGIÃO DE TRÊS PONTAS), amigo e parceiro de primeira hora na defesa do setor, de todos os demais prefeitos, vice-prefeitos, vereadores, representantes de entidades ligadas à cafeicultura e do superintendente do ConCafé, Rodrigo Moreira. Estamos em tempo de união e de somar força na política para defender a nossa caficultura e a nossa região”, finalizou o deputado Emidinho Madeira.

SAFRA E MERCADO ATUAL DE CAFÉ

Segundo a diretora-executiva da BSCA, Vanúsia Nogueira, crescimento do mercado vai permanecer. “Ano passado compraram praticamente todo o café para repor estoque e ainda tem o crescimento do consumo no ritmo normal. O café hoje é muito consumido em casa  no mundo todo e tudo indica que o ‘home office’ veio pra ficar e muitas empresas já perceberam isso. Isso vai manter o cresceimento do consumo em casa também para café de maior qualidade. Atualmente vivemos também um boom enorme de venda de cápsulas devido à praticidade e ao padrão de qualidade mantido no café em cápsulas. Tem também o “drip coffee” (composto por um sachê em pó), extremamente prático e utilizado na Ásia, onde tem a cultura de consumo que vem dos chás”, ressaltou Vanúsia, que também descreveu alguns aspectos sobre safra. “Já é certa a quebra na safra por problemas climáticos tanto no Brasil como em outros países produtores. Teremos safras menores e qualidade pior”, disse.

“NOSSO CAFÉ PRECISA APARECER NAS GÔNDOLAS DE SUPERMERCADO NO EXTERIOR”

Para a diretora-executiva da BSCA – Vanúsia Nogueira – é muito dificil achar um café brasileiro no exterior em gôndola de supermercado. “A gente se preocupa muito com a lavoura, mas esquecemos de vender bem. Temos que ter rastreabilidade e interesse de mostrar que é café brasileiro. Se nós não reivindicarmos, a indústria não terá interesse em mostrar. Nosso café lá fora é invisível. A gente precisa criar essa educação de mostrar aos nossos clientes e ajudar na promoção da venda. Temos a Apex Brasil que tem recursos. Mas pra gente ajudar nessa promoção precisamos saber onde nosso café está”, frisou a especialista.

FRASES:

“O CONCAFÉ quando foi criado pelo Emidinho trouxe essa possibilidade de unir a politica, a parte pública e a questão técnica. Já temos observado as conquistas práticas do Concafé e isso é muito importante. Hoje o ConCafé faz parte do CDPC (Conselho Deliberativo de Política do Café) contribuindo na definição das politicas para o setor”, Presidente da Cocatrel, Marco Valério de Araújo Brito.

“O Café brasileiro preciso ser visto no mercado mundial”. Deputado Federal Emidinho Madeira, presidente da Frente Parlamentar do Café.

“Gostaria de reforçar a fala do deputado Emidinho sobre a união. JUNTOS SOMOS MAIS FORTES”. Vanúsia Nogueira - BSCA.

Por Ascom / Deputado Emidinho Madeira - (18/05/2021)

Postado por Passos 24 Horas on 18:54. Marcadores , , . Adicionar aos favoritosRSS 2.0

Postagens Recentes

Passos 24 Horas

nome_imagem

Diversos