nome_imagem
nome_imagem
Publicidade
nome_imagem
nome_imagem
nome_imagem
nome_imagem

Fortaleza de Minas terá 100% da Iluminação pública em LED


Alguns municípios da região começam a trocar as luzes convencionais em áreas públicas por sistemas de Light Emitting Diode, que significa “diodo emissor de luz”, ou simplesmente, LED. Comprovadamente mais eficientes quanto ao consumo de energia, segurança, durabilidade e também pela maior luminosidade, o LED deve se tornar uma realidade em ruas, avenidas, estacionamentos públicos e praças, entre outros espaços.

Fortaleza de Minas deve substituir até o final de 2021 a totalidade de seus 435 pontos de iluminação pública, que hoje contam com lâmpadas de vapor de mercúrio e vapor de sódio, criando um parque luminotécnico formado exclusivamente por luminárias de LED. Conforme os levantamentos da empresa vencedora da licitação, atualmente o município tem um gasto mensal com energia para a iluminação em vias públicas que chega a R$ 9.183,45. Com o sistema baseado na nova tecnologia a projeção é que essa mesma conta chegue a R$ 5.407,93, então, haverá uma economia mensal em torno de 41,11% ou R$ 3.775,00 de desembolso a menos dos cofres públicos fortalezenses, além de uma economia mensal com a manutenção da iluminação pública que atualmente custa R$ 2.610,00, ou seja, a soma do que será economizado, R$ 6.385,00, permitirá ao município pagar todo o investimento em 48 meses.

Para o prefeito Adenilson Queiróz, a iniciativa é uma necessidade que vai mudar para melhor a iluminação do município. “Nesses tempos que os recursos públicos são escassos, de arrecadação baixa, tudo o que o município puder fazer para diminuir os gastos tem que ser feito. Nós vamos fazer um investimento de quase 310 mil reais que tem um retorno garantido e que vai ser pago com o que será economizado na conta de luz. Nossas ruas e outros espaços públicos vão ficar mais iluminados, nossa conta de luz vai cair quase pela metade, nós vamos contar com a assistência da contratada para reparo e substituição dos equipamentos por sessenta meses que é o prazo da garantia, ou seja, tudo favorável e oportuno para troca”, explica o gestor.

A vencedora da licitação foi a empresa Zagonel S.A. com sede em Pinhalzinho/SC. Pelo procedimento realizado pelo Consórcio AMEG todos os municípios consorciados poderão aderir à Ata de Registro de Preços pelos próximos doze meses.

Muitos municípios de pequeno e médio portes enfrentam grandes dificuldades em viabilizar a eficientização do seu parque luminotécnico (acima de 50%). Entre as razões estão o custo elevado e dificuldades de financiamento por conta de regras específicas e elaboração de projetos e não há recursos próprios suficientes para iniciar o processo de forma independente. A solução encontrada para pequenos e médios municípios da Microrregião do Médio Rio Grande foi a licitação em conjunto, que reduziu consideravelmente o valor unitário. Ou seja, Fortaleza de Minas, se fosse licitar 435 pontos dificilmente conseguiria o valor registrado pelo Consórcio AMEG, que apresentou na somatória 60 mil pontos, atraindo mais fornecedores e permitindo a redução dos preços ofertados. Foi a partir destes parâmetros que o Consórcio AMEG elaborou o termo de referência com o objetivo de eficientizar a quase totalidade do parque luminotécnico dos municípios associados. A licitação foi definida em lote único e o critério de julgamento adotado foi o menor preço do lote, observadas as exigências contidas no Edital e seus Anexos quanto às especificações do objeto no termo de referência.

Por Ascom/AMEG - (15/12/2021)

Postado por Passos 24 Horas on 17:27. Marcadores , . Adicionar aos favoritosRSS 2.0

Postagens Recentes

Passos 24 Horas

nome_imagem

Diversos