nome_imagem
nome_imagem
Publicidade
nome_imagem
nome_imagem
nome_imagem

Cadastre-se e receba nosso Boletim Diário

nome_imagem

Coronavírus: prefeitura amplia distribuição de cestas básicas para mais de mil famílias


Em decorrência da pandemia do novo coronavírus, a prefeitura de Passos por meio da secretaria de Desenvolvimento Social, Trabalho e Renda (SEDEST) adotou diversas medidas para colocar em prática o plano de benefícios eventuais estipulado pela lei municipal nº 3.119 de 2 de dezembro de 2014. 

A medida, que integra o pacote de ações do governo municipal para o enfrentamento da pandemia, já distribuiu aos alunos beneficiários do Programa Bolsa Família 285 kits de alimentação, advindos do estoque da merenda escolar. Já as famílias em situação de vulnerabilidade social, foram contempladas com 808 cestas básicas, além de máscaras faciais.

Para solicitar os benefícios citados, o munícipe deve entrar em contato com o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) de sua abrangência e verificar os pré-requisitos para receber os auxílios. 

No caso da cesta básica, é necessário que o assistido seja trabalhador informal ou autônomo de baixa renda, em situação de vulnerabilidade social e impossibilitado de trabalhar, com filhos menores de 18 anos; mulheres que assumem o papel de chefe da família, que tenham filhos menores de 18 anos e que não contam com nenhuma renda extra, além de famílias que possuem crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social e extrema pobreza, e idosos acima de 60 anos que não tenham meios de prover a sua própria manutenção, nem de tê-la provida por sua família e que residem sozinhos também tem direito ao benefício. 

Os interessados em solicitar o auxílio funeral, além de enquadrar-se nos requisitos indicados acima, devem possuir renda per capta de um quarto do salário mínimo.

Já o auxílio aluguel, que garante a liberação do aluguel social referente a três meses no valor de até R$ 500,00, pode ser requerido por munícipes que encontram-se sem moradia e em situação de iminente risco habitacional.  

Segundo a Secretária Municipal de Desenvolvimento Social Trabalho e Renda, Tatiana Capute, a distribuição das cestas básicas teve inicio no último dia 25 de março e, desde então 1094 famílias já foram auxiliadas com o benefício, uma vez que cada residência tem direito a uma cesta básica, a cada trinta dias. 

A chefe da pasta ainda mencionou o intenso trabalho da secretaria no alcance de recursos emergenciais, para que os serviços essenciais continuem sendo prestados às famílias afetadas com o impacto financeiro causado pela paralisação de algumas atividades trabalhistas.

‘’Estamos trabalhando para amenizar as consequências oriundas da pandemia do covid-19 em nosso município, e acredito que o nosso resultado vem sendo satisfatório.  O nosso objetivo é aumentar o número de cestas básicas distribuídas, e permanecer assistindo a população’’, pontuou. 

O chefe do poder executivo, Carlos Renato Lima Reis, o Renatinho Ourives, também mencionou as ações realizadas no município. 

‘’Estou acompanhando todo o trabalho realizado pela secretaria, e posso afirmar que o atendimento emergencial as famílias mais vulneráveis vem sendo realizado com excelência, visando atender todas as demandas solicitadas com diversos tipos de atendimentos e orientações prestadas consideradas essenciais e emergenciais nesse momento’’, complementou. 

A SEDEST ressalta que desde o último dia 6 de abril, as equipes retornaram aos atendimentos presencias nos CRAS, para dar continuidade na oferta dos serviços essenciais, que estão sendo realizados por meio de agendamentos telefônicos, no intuito de continuar evitando aglomerações de pessoas no mesmo ambiente. 

Veja os números para agendamentos: 

CRAS Coimbras: 3526-5126

CRAS Penha: 3526-7900

CRAS Santa Luzia: 3522-3838

CRAS Novo Horizonte: 3522-7842

CRAS Nossa Senhora Aparecida: 3522-7178.

Por Ascom / PMP - 28/05/2020

Postado por Passos 24 Horas on 17:05. Marcadores , . Adicionar aos favoritosRSS 2.0

Postagens Recentes

Passos 24 Horas

nome_imagem

Diversos